Quinta-feira, Junho 13Portal Comunica News

“Golpe da novinha” no Instagram – Golpistas se passam por adolescentes para capturar imagens sexuais de suas vítimas

Todos sabemos que as redes sociais têm servido de ferramenta para golpistas e estelionatários aplicarem os mais diversos golpes, por isso, é muito importante ficarmos atentos e conhecermos suas estratégias para não nos tornarmos a próxima vítima.

As redes sociais se tornaram umas das principais formas de comunicação e interação entre as pessoas, sendo assim, é comum que relacionamentos aconteçam através delas, incluindo relacionamentos íntimos. Devemos ter a consciência de que tudo feito pelas redes sociais e aplicativos de mensagens ficam registrados e podem ser usados contra nós mesmo… É o caso do “Golpe da novinha”.

Os criminosos criam um perfil convincente de uma adolescente, com imagens de sua rotina, imagens sensuais e até de uma suposta família, porém, se trata de um perfil “Fake”, provavelmente com imagens reais de alguma adolescente, também vítima, que teve suas fotos ou contas “hackeadas”.

O objetivo dos golpistas é buscar homens, normalmente mais velhos e com família, e se passando por uma jovem em busca de aventuras sexuais, captar imagens do rosto, corpo e partes íntimas das vítimas, bem como, interações em texto de cunho sexual, para depois extorquir mediante ameaças de divulgação das imagens e denúncia no órgão de segurança pública por pedofilia.

PRIMEIRA FASE DO GOLPE:

1 – Criminosos criam perfil falso no Instagram ou outras redes sociais, como imagens de uma adolescente em seu círculo, família, escolar e postagens sensuais.

2 – Os golpistas procuram por perfis de Homens mais velhos, com família e uma boa profissão.

3 – Os criminosos enviam uma solicitação de amizade na rede social.

4 – Após a vítima aceitar a solicitação, imediatamente a suposta adolescente inicia uma conversa no chat privado.

5ֻ – Com uma abordagem educada, os golpistas, se passando pela jovem, se apresenta sempre sendo de outro Estado que não o da vítima para encorajar o homem a aceitar suas exigências que virão posteriormente.

6 – Os golpistas passam o número do WhatsApp e solicitam que a vítima adicione e a conversa da continuidade por lá.

7 – Após uma breve conversa, a suposta jovem envia uma foto dela e pede que a vítima envie uma foto de seu rosto (Começa aí o golpe, fotos que irão posteriormente servir de chantagem).

8 – A suposta jovem começa a conduzir a conversa para um nível mais picante, falando de seus desejos e solicitando a vítima fotos de seu corpo e partes íntimas, com a promessa de enviar fotos e vídeos íntimos em troca.

9 – A suposta jovem envia fotos íntimas e induz a vítima a escrever texto de cunho sexual com perguntas como. Me diga o que faria se estivesse comigo?

10 – Após ter uma boa quantidade de fotos comprometedoras da vítima e textos de cunho sexual, os golpistas têm o necessário para efetivar o golpe

SEGUNDA FASE DO GOLPE:

1 – No dia seguinte um homem envia uma mensagem via WhatsApp para vítima, se apresentando como pai da adolescente e informando que viu no celular da jovem todo o histórico da conversa.

2 – O Golpista de posse de seus dados pessoais (Informações que infelizmente, os golpistas conseguem por meio de uma rede criminosa, que muitas vezes conta com a leniência de servidores públicos) e fotos capturadas do rosto, corpo e partes íntimas da vítima, além do conteúdo sexual de texto, ameaçam divulgar nas redes e para familiares da vítima se não efetuar o pagamento de um valor, estipulado pelo golpista.

A possibilidade de os golpistas terem êxito na extorsão é grande, tendo em vista que a vítima, constrangida pelo conteúdo disponível nas mãos dos golpistas e pela suposta prática de pedofilia, não tem outra opção a não ser ceder.

Vale ressaltar que existem algumas formas de você identificar se aquela interação se trata de um possível golpe. No caso do “golpe da novinha”, os golpistas nunca se comunicam por áudio, afinal, quem está do outro lado, não se trata da suposta adolescente. Além disso, os golpistas tentam de todas as formas que suas vítimas enviem fotos que apareçam seu rosto para não haver possibilidade de contestação por parte da vítima.

 

COMO SE PROTEGER DE POSSÍVEIS GOLPES:

1 – Não aceite a “solicitação de amizade” de pessoas desconhecidas nas redes sociais.

2 – Não se comunique com pessoas desconhecidas em seu chat privado.

3 – Não alimente conversas de cunho sexual com jovens e adolescentes, pedofilia é crime!

4 – Nunca envie fotos de “Nudes” para ninguém, essas imagens poderão ser usadas contra você para uma possível extorsão.

5 – Fique atento, se desconfiar de algum perfil nas redes, denuncie! Assim, pode ajudar a evitar que mais pessoas se tornem uma vítima.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *