Domingo, Junho 23Portal Comunica News

ONG “Mães da Sé” completou 27 anos na última sexta-feira

Fundada em 30 de março de 1996, a organização não governamental Mães da Sé surgiu como uma resposta das mães de crianças desaparecidas em São Paulo diante da falta de ações concretas por parte das autoridades e instituições públicas.

A ideia da criação da entidade partiu de Ivanise Esperidião da Silva, mãe de Fabiana Espiridião. Em uma noite de dezembro de 1995, Fabiana Espiridião, então com 13 anos, saiu acompanhada de uma colega que morava a cerca de 300 metros de sua casa. Foram fazer uma visita rápida a uma amiga que fazia aniversário no caminho de volta se despediram e cada uma seguiu em direção à sua casa e nesse  trajeto, Fabiana desapareceu.

Desde então, Ivanise se juntou a outras mães em situação semelhante e criou a ‘Mães da Sé’ com o objetivo de buscar seus filhos e pressionar o Estado para que fossem tomadas medidas para combater o desaparecimento de pessoas.

A organização se tornou referência na busca por desaparecidos e na defesa dos direitos humanos, e seus membros são reconhecidos por sua luta incansável pela localização e identificação de pessoas desaparecidas.

A Mães da Sé realiza um trabalho muito importante de acolhimento e apoio emocional para as famílias que passam pela dor e angústia do desaparecimento de um ente querido, além de prestar assistência jurídica e social.

Desde sua criação, a entidade já auxiliou na localização de mais de 5 mil pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos. Além disso, a Mães da Sé tem um banco de dados com informações de pessoas desaparecidas e realiza campanhas para divulgar as imagens dessas pessoas e ajudar na sua localização.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *