Domingo, Junho 23Portal Comunica News

Ex-jogador da formação do Arsenal fica tetraplégico após consumir bebida adulterada em saída noturna com amigos

Levou 24 minutos para recuperar o batimento cardíaco de Daniel.

Daniel Cain, ex-jogador da formação do Arsenal, teve sua vida completamente mudada após uma noite com amigos. O jovem de apenas 23 anos ingeriu uma bebida adulterada que o levou a uma paragem cardiorrespiratória, que privou seu cérebro de oxigênio por um tempo excessivo. Como resultado, Daniel ficou tetraplégico e precisa de cuidados permanentes.

Os amigos de Daniel perceberam que algo estava errado quando ele começou a mudar de cor e não respondia aos chamados. Em pouco tempo, ele entrou em parada cardiorrespiratória, que foi revertida somente após 24 minutos com a ajuda da ambulância. Infelizmente, os danos já estavam feitos.

Os médicos alertaram a família de Daniel que, mesmo se ele sobrevivesse, ficaria em estado vegetativo. Mas após passar 25 dias em coma, Daniel desafiou as probabilidades e gradualmente recuperou suas funções cognitivas. Embora ainda precisasse de cuidados 24 horas por dia, a mãe do ex-jogador considerou sua recuperação um milagre.

Atualmente, Daniel utiliza uma cadeira de rodas e precisa de cuidados permanentes. A organização Neurokinex ofereceu a ele a oportunidade de fazer uma terapia de reabilitação intensiva, mas o custo é elevado, variando de 1100 a 2200 euros por mês. Para ajudar a pagar o tratamento, a família de Daniel criou uma página no GoFundMe.

Infelizmente, casos como o de Daniel são comuns, principalmente entre os jovens, que muitas vezes se expõem a situações de risco. É importante lembrar a todos os perigos do consumo de bebidas adulteradas e outras substâncias que podem causar danos irreversíveis à saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *